Como montar uma linha de produção realmente eficiente?

O sucesso de qualquer indústria está diretamente relacionado com a eficiência da sua linha de produção.

Se a operação da empresa é capaz de gerar valor com custos enxutos, a sua lucratividade é maior, assim como a sua capacidade de investimentos em seu próprio crescimento.

Com uma gestão capacitada e o uso de metodologias próprias, como o Sistema Toyota de Produção, é possível constantemente aprimorar os resultados da linha de produção da empresa e, dessa forma, elevar a qualidade e produtividade do negócio.

O objetivo deste artigo é destacar algumas das boas práticas que ajudam a montar uma linha de produção verdadeiramente eficiente. Conheça todas!

Elimine o desperdício

Zerar o desperdício deve ser algo buscado por qualquer tipo de indústria.

Mesmo que seja um ideal difícil de ser alcançado, é importante sempre pensar em formas de reduzir todo tipo de excesso que não se converte em valor gerado na linha de produção.

Isso significa que, além de ser importante minimizar as sobras de insumos da produção que não podem ser reaproveitadas, é preciso também desenvolver métodos para eliminar a perda de tempo de trabalhadores e a superprodução.

Outro tipo de desperdício que pode ser reduzido são os erros que fazem com que um produto não seja aprovado nos padrões de qualidade e precise ser descartado ao fim da linha de produção.

Busque a melhoria contínua

A melhoria contínua, ou kaizen, é um dos valores essenciais do lean manufacturing, que é a metodologia de produtividade adotada pelas indústrias mais bem-sucedidas do mundo.

Buscar a melhoria contínua significa tentar, todos os dias, encontrar formas melhores de conduzir a linha de produção, tornando um processo mais veloz, seguro ou preciso, o que acarretará resultados melhores para o negócio.

Para ser corretamente implementada, a melhoria contínua depende da estruturação de processos e padrões, da medição de resultados e da autonomia, para que o time experimente hipóteses de aprimoramento das atividades.

Conte com fornecedores confiáveis

A ponta inicial da linha produtiva é muito importante: a qualidade das matérias-primas utilizadas na fábrica é decisiva para todas as etapas do processo produtivo e, especialmente, para os resultados finais do negócio.

Se os insumos que entram na empresa são de baixa qualidade, os produtos gerados na outra ponta da linha produtiva também serão, mesmo se o trabalho for realizado com excelência em todas as etapas da operação.

Por isso, é essencial contar com fornecedores confiáveis que entreguem insumos de alta qualidade, cumprindo todos os prazos combinados.

Controle a sua capacidade produtiva pela demanda

Considerada como um dos fatores que culminaram na crise de 1929, a superprodução ainda é um erro desastroso que afeta muitas indústrias.

Se a linha de produção está com uma capacidade muito superior ao que o mercado é capaz de absorver, as consequências serão a redução de preços e o acúmulo de estoques.

Por isso, é interessante adotar a perspectiva “pull” do toyotismo.

Em um modelo tradicional, a produtividade é “empurrada” pelas etapas da linha de produção até chegar ao consumidor final. Todavia, com o sistema “pull”, a ideia é que a demanda “puxa” os processos da linha produtiva em ordem reversa, reduzindo excessos e potencializando os resultados.

O sistema de “pull” minimiza desperdícios e faz com que o controle da produtividade seja bem mais preciso, o que também significa uma minimização dos gastos com estoques.

Atualize a tecnologia da fábrica

Atualizar o maquinário, aderir a um bom software de gestão integrada (ERP) e adotar novos processos com base em tecnologias inovadoras são formas inteligentes de aprimorar a linha de produção e maximizar os resultados na fábrica.

A revolução industrial aconteceu graças ao avanço da tecnologia, e essas transformações continuam acontecendo a cada dia.

Portanto, nunca deixe a empresa parar no tempo e garanta que a sua evolução tecnológica seja um processo constante e sempre presente.

Quem deixa de se atualizar tecnologicamente na indústria é ultrapassado pela concorrência em pouco tempo. E retomar a dianteira pode ser um processo muito difícil.

Mire a excelência em cada etapa

A excelência deve ser algo buscado não apenas no processo produtivo como um todo, mas em cada etapa da linha de produção.

É muito importante que a equipe responsável por um processo tenha consciência dos parâmetros de qualidade que serão decisivos para o time que assumirá a próxima fase da produção e se esforce para alcançá-los sempre.

Dessa forma, o trabalho na linha de produção é facilitado, pois não é preciso corrigir os erros da etapa anterior, o que significa mais agilidade e resultados melhores.

Para mirar a excelência sempre, é importante desenvolver uma cultura organizacional de aprimoramento contínuo e definir padrões de qualidade claros que possam ser medidos com precisão pelos times.

Estabeleça metas e acompanhe os resultados

Por fim, mas não menos importante, é preciso estabelecer metas coletivas e individuais para guiar o trabalho realizado na linha de produção.

Metas são um elemento importante não apenas para a motivação dos times, mas também para nortear a direção correta que a gestão projetou para a empresa.

Uma boa meta é aquela que pode ser explicada com clareza e mensurada de forma quantitativa, atrelada aos indicadores chave de performance e demais métricas acompanhadas.

Algo simplório e vago como “produzir mais” é um exemplo de meta ineficaz que não leva a equipe para lugar nenhum.

Por outro lado, uma meta objetiva como “aumentar em 10% as saídas do processo de embalagem na linha produtiva em um mês” é capaz de motivar os colaboradores, especialmente se estiver associada a uma recompensa quando for atingida.

Além de definir as metas, é fundamental realizar o acompanhamento constante das métricas relacionadas a elas.

Para isso, a recomendação é contar com um ERP robusto que ofereça uma interface visual com a disponibilização de dados e indicadores de performance para a gestão.

Gostou de saber como aprimorar a eficiência da linha de produção da sua empresa? Aproveite então e assine a nossa newsletter para ficar por dentro de mais materiais interessantes sobre o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *