O que avaliar para garantir a escolha do melhor ERP?

Para alcançar resultados superiores, todo gestor quer que a sua empresa sempre tenha o melhor de tudo: os equipamentos mais avançados, os profissionais mais competentes, matérias-primas excelentes e, claro, o melhor ERP.

Também conhecido como software de gestão integrada ou de planejamento de recursos empresariais, o Enterprise Resource Planning (ERP) é um sistema robusto que estrutura e centraliza as informações da empresa.

Ele permite que os gestores tenham uma visão holística do negócio, facilita a integração em diferentes setores, entre outras vantagens.

Neste artigo, explicaremos o que deve ser avaliado na hora de escolher o melhor ERP para a sua companhia. Saiba mais!

Conheça as necessidades da empresa

O primeiro passo para a escolha de um ERP é entender melhor para que esse software será utilizado.

Para isso, é fundamental elencar quais são as necessidades da empresa, que podem variar de acordo com o seu porte e o setor em que ela atua.

Uma fábrica de móveis, por exemplo, pode precisar de funcionalidades no ERP bem diferentes das de uma rede varejista de eletrodomésticos.

Por isso, vale a pena realizar um mapeamento de processos executados na organização para descobrir qual é o tipo de trabalho que o software deve ser capaz de realizar para cumprir com as demandas do negócio.

Determine um orçamento realista

Implementar um ERP é um investimento financeiro.

Antes de pagar por ele, é interessante realizar uma avaliação cuidadosa dos recursos disponíveis para arcar com essa despesa.

Os custos de um ERP podem variar enormemente de acordo com os módulos, usuários e até o modelo de negócios do fornecedor.

Por isso, um orçamento realista pode ser uma forma de evitar que esse investimento saia do controle e o ERP deixe de ser uma solução inteligente para se tornar um problema.

Mais uma recomendação importante aqui é considerar, nesse cálculo, as economias que serão geradas pela implementação do ERP, com a automatização e agilidade de processos.

Mesmo que o investimento seja relativamente alto, ele pode se pagar em pouco tempo.

Pesquise bem para encontrar o melhor ERP

Uma vez que já estão definidas as necessidades principais da empresa e o orçamento previsto para a implementação do ERP, é hora de começar a pesquisar pelas principais opções no mercado, que cumpram esses requisitos.

Essa etapa de escolha deve ser feita com bastante critério e vale a pena despender um tempo extra para pesquisar demonstrações dos melhores ERPs e entender como eles podem agregar valor ao negócio.

Durante essa pesquisa, pode ser inclusive que a gestão descubra novas possibilidades de utilização da ferramenta que não foram consideradas antes e podem ser interessantes.

Portanto, a dica é reunir uma boa quantidade de opções e só depois começar a filtrar as melhores.

Avalie as funcionalidades do sistema

Após selecionar as opções mais interessantes de ERP do mercado, é hora de começar a avaliar as funcionalidades oferecidas por elas.

O processo aqui é relativamente simples: o sistema deve oferecer aquilo que foi elencado como necessidade para a empresa no início do processo de escolha.

É importante destacar que o ERP usualmente funciona com diversos módulos, que são integrados em um único sistema.

Uma boa dica é verificar se o software em consideração conta com opções de módulos para atender aos múltiplos setores da empresa, cumprindo o seu papel de centralizador e integrador de processos.

Por fim, tome cuidado para não se encantar e pagar a mais por recursos que parecem interessantes em um primeiro olhar, mas não serão verdadeiramente úteis para a gestão e operação da empresa.

Por serem ferramentas completas, muitos ERPs oferecem múltiplas soluções para diferentes tipos de negócio, mas é preciso cuidado para não se empolgar com funcionalidades que não serão utilizadas em nada no cotidiano da empresa.

Descubra como é o processo de implementação

A implementação de um ERP é algo delicado.

Como essa ferramenta pode transformar a forma que o trabalho é realizado na empresa, é preciso uma atenção especial durante esse processo, para evitar erros e rejeições que possam comprometer a sua eficácia.

Sistemas com usabilidade muito complexa podem demandar investimentos extras em capacitações e treinamentos das equipes que vão operá-los.

Além disso, muitas vezes pode ser interessante implementar o ERP em etapas, para não ser preciso paralisar a operação durante esse trabalho.

Escolha bem o fornecedor do ERP

Na hora de escolher o melhor ERP, conheça também a reputação e credibilidade dos fornecedores do produto.

Não vale a pena arriscar o custo de investimento e a própria performance do negócio com ferramentas oferecidas por empresas pouco confiáveis.

Ao investigar os fornecedores das opções de ERPs que atendem às demandas da empresa, opte sempre por aqueles que podem se tornar verdadeiros parceiros estratégicos do negócio, capazes de cumprir com os acordos firmados e entregar um serviço sólido e confiável.

Para isso, pesquise por referências da empresa e, se possível, converse com outros clientes que utilizam o ERP para saber quais são os seus elogios e as suas reclamações.

Leve em consideração o suporte técnico oferecido

Por fim, mas não menos importante, considere o suporte técnico oferecido pela empresa que fornece o ERP.

É fundamental que o fornecedor garanta suporte aos usuários com técnicos especializados que possam solucionar dúvidas complexas e resolver problemas de estabilidade ou funcionalidades do sistema.

Falhas de software podem até acontecer, mas precisam ser solucionadas rapidamente para não prejudicar a performance operacional e os resultados da empresa.

Além de um time técnico à disposição, uma boa documentação, treinamentos esclarecedores e, até mesmo, ferramentas de suporte automatizado como chatbots podem ser úteis e importantes, para evitar qualquer problema na relação entre o software e os seus usuários.

Assumir a gestão de uma empresa nunca será uma tarefa fácil.

Todavia, com o auxílio de um bom sistema de gestão integrada, é possível otimizar essa responsabilidade e organizar melhor os processos produtivos do negócio.

Já sabe como escolher o melhor ERP para a sua empresa? Aproveite então para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro dos melhores materiais sobre gestão e tecnologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *