Diferencial competitivo: 5 atitudes estratégicas para conquistá-lo

Ter um diferencial competitivo significa que a sua empresa é única de alguma forma.

Isso pode estar relacionado ao atendimento ao consumidor, ao produto que ela oferece, às estratégias de relacionamento ou à capacidade de entrega de um produto.

O importante é compreender que essa característica pode fazer a sua empresa crescer e ter mais lucratividade.

O grande desafio está em identificar as oportunidades para criar essa diferenciação.

Algumas práticas, aliadas ao conhecimento da equipe e às tecnologias, podem contribuir para fazer o seu negócio chegar mais longe.

O gerenciamento de dados, por exemplo, é uma excelente maneira de acompanhar os resultados da companhia e promover mudanças significativas para se destacar no mercado.

Veja as dicas a seguir!

1. Conheça o seu cliente

Uma empresa só pode ter um diferencial competitivo se ela conhecer o perfil de seus consumidores.

É necessário identificar a idade, o sexo, os hobbies, os hábitos de consumo e os interesses.

Isso vai ajudá-lo a avaliar as necessidades dos consumidores e relacioná-las com os produtos/serviços que a sua empresa oferece.

Por exemplo: uma pessoa que gosta de esportes e trabalha em um ambiente despojado provavelmente não terá muito interesse em comprar roupas sociais. Logo, não adianta oferecer esse tipo de item para ela.

Já quem ama tecnologia vai querer ter os últimos lançamentos, sejam eles computadores, televisores ou smartphones. Esse conhecimento permite o direcionamento correto de ofertas e produtos.

Uma empresa pode ter mais de um perfil de consumidor. A melhor maneira de fazer essa análise é por meio de pesquisas e cadastros dos atuais clientes. Algumas ferramentas, como o ERP (Enterprise Resource Planning), auxiliam o acompanhamento da jornada de compra do consumidor e o cadastro de seus dados.

2. Tenha uma equipe qualificada

A ampla oferta de empresas que vendem o mesmo produto exige que a companhia invista no pessoal.

Quando os colaboradores são apaixonados pelo que fazem e vestem a camisa do negócio, eles conseguem levar esse diferencial para o trabalho.

Na hora de elaborar um produto, por exemplo, os profissionais devem fazer pesquisas, estudos e análises de mercado para criar uma solução inovadora.

Se eles não tiverem esse interesse em fazer a diferença, provavelmente farão apenas o básico.

Uma estratégia que ajuda a criar um time vencedor é a promoção de uma cultura de resultados e bonificações quando a empresa supera as suas metas.

3. Invista em um atendimento diferenciado

Crie ações para superar as expectativas dos clientes. Uma equipe que conhece a fundo os produtos da empresa saberá dar explicações qualificadas para convencer o consumidor a realizar uma compra.

A inteligência artificial pode auxiliar muito nesse processo.

Em uma loja, por exemplo, ela pode ser utilizada em uma vitrine digital. Assim, a ferramenta indica os produtos para o cliente conforme as suas características. Isso pode parecer ficção científica, mas já é uma realidade no mercado brasileiro.

Essa tecnologia também possibilita a identificação do cliente no momento em que ele entra no estabelecimento.

Dessa forma, o vendedor conseguirá abordá-lo chamando-o pelo nome. A prática provavelmente fará ele se lembrar da empresa por muito tempo.

Logo, a tecnologia pode trabalhar em conjunto com as pessoas para oferecer uma experiência diferenciada aos consumidores. Isso contribui para exceder as expectativas e aumentar a fidelização de clientes.

Consequentemente, esse consumidor dará menos atenção às marcas concorrentes e fará a divulgação do estabelecimento.

Para complementar, a empresa pode investir em estratégias para coletar dados dos clientes. Ao solicitar o cadastro de e-mail, por exemplo, a equipe de marketing consegue criar ações para manter um relacionamento ativo com o consumidor.

Desse modo, os profissionais podem compartilhar informações, encaminhar promoções personalizadas e aproximar o cliente ainda mais do negócio.

4. Utilize dados para ter previsão de demanda

A companhia precisa conhecer o mercado em que atua e a frequência de consumo para identificar a sua previsão de demanda.

Essa estatística contribui para que o estabelecimento sempre tenha produtos disponíveis para o consumidor.

Por exemplo: um e-commerce vende produtos eletrônicos, mas não controla as vendas. Os equipamentos são adquiridos de diferentes locais e demoram 30 dias para chegar ao estoque. Se o gestor não conhece a previsão de demanda, poderão faltar mercadorias na loja. Isso resultará em muita demora na hora de entregar o item ao cliente, que ficará insatisfeito.

Já se a empresa acompanha os índices de vendas, ela poderá gerenciar melhor o estoque e ter agilidade na entrega.

Isso se transforma em um diferencial competitivo, pois os consumidores não querem esperar 30 dias por uma mercadoria.

Um ERP auxilia o gestor a fazer esse controle de entradas e saídas de mercadorias, do perfil de consumo dos clientes e do acompanhamento dos fatores logísticos.

A tecnologia proporciona mais credibilidade para os dados, o que se reflete em todo o processo da empresa.

5. Use a tecnologia para criar um produto melhor

As soluções tecnológicas ajudam a companhia a criar produtos inovadores, o que gera um diferencial competitivo para o negócio. O mercado está mudando muito rápido e o perfil de consumo dos clientes também.

Logo, acompanhar as tendências se torna uma exigência para o gestor. Assim como a inteligência artificial, a automação de processos estará cada vez mais presente nas companhias.

Ela permite o gerenciamento de atividades burocráticas e repetitivas, proporcionando mais tempo para os profissionais planejarem o desenvolvimento de produtos de qualidade.

A Swiss Re, por exemplo, utiliza ferramenta de automação de processos para aumentar a produtividade e melhorar os fluxos de trabalho. Consequentemente, isso aumentou a qualidade das mercadorias e reduziu os custos da empresa.

A Volkswagen já investiu em um laboratório de realidade virtual. A ferramenta permite o desenvolvimento virtual de projetos e peças, o que ajuda na redução de defeitos e na qualidade da criação dos produtos.

Enfim, é possível perceber que algumas empresas já estão investindo em tecnologias para obterem um diferencial competitivo no mercado. Quanto antes a sua companhia buscar soluções inovadoras, mais rápido ela poderá se destacar.

Gostou das nossas sugestões? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber artigos sobre gestão de negócios e tecnologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *