TOTVS registra crescimento na demanda por softwares de exportação

A TOTVS registrou um aumento sólido na busca pelo seu software de gestão especializado nas atividades de controle de exportação, o TOTVS Comex. Nos primeiros três meses de 2016, a companhia obteve um crescimento de 112% na venda da solução, frente ao mesmo período do ano anterior. Muito se explica pelo cenário positivo que o segmento de exportação apresenta atualmente.

Com características favoráveis, como a sua extensão territorial e a forte capacidade industrial e produtiva, o Brasil passa por uma fase de fomento do setor de exportação, o que permite a diversificação comercial para os produtos fabricados no país. Na prática, a empresa desvincula-se da instabilidade de um mercado único e aumenta as suas perspectivas de negócios. Além disso, o Plano Nacional de Exportações, lançado pelo Governo federal em junho de 2015, promete melhorar a balança comercial do país e estabelecer melhorias nos acordos de convergência regulatória, além de facilitar o comércio com alguns países, como os Estados Unidos.

Na contramão da economia local, a desvalorização do Real frente a moedas fortes, como o dólar, aumenta as expectativas do volume de vendas para o mercado externo, com foco nos setores que menos dependem de mercadorias importadas para a confecção do seu produto. Contudo, a internacionalização das empresas requer importantes diferenciais na sua organização para garantir o compliance dos negócios. As várias alterações regulatórias por mês, somadas aos investimentos do Governo em processos e sistemas informatizados para o acompanhamento das operações nas empresas, representam desafios constantes para o segmento.

Todo este contexto exige uma atuação dedicada no que diz respeito ao gerenciamento dos dados, que não é mais viável de forma manual, pois, em caso de inconsistências, acarreta em altas penalidades impostas pelo Governo. As empresas precisam de ferramentas de apoio, não apenas para o aperfeiçoamento dos seus processos, mas também para permitir uma melhor visibilidade das suas informações, prevenindo riscos e apoiando o planejamento estratégico da companhia.

Esse cenário confirma-se em números. A Thomson Reuters, parceira da TOTVS nas soluções TOTVS Comex por meio da plataforma Trade-Easy, realizou um estudo global inédito em parceria com a KPMG – que ouviu 446 especialistas e gestores de comércio exterior de 11 países, incluindo o Brasil (representando 38% dos respondentes). A pesquisa revelou que 68% das empresas consideram muito importante a adoção de uma plataforma tecnológica de gestão de comércio exterior que se integre ao sistema de ERP que lhes permita economia e ganho de produtividade. Porém, mais da metade (59%) dos respondentes ainda não adotou uma solução específica em suas operações. A análise trouxe outros dois alertas importantes: apenas 17% das empresas conhecem a fundo e/ou se beneficiam dos regimes aduaneiros disponíveis no País e 36% não adota nenhum dos tratados de livre comércio vigentes localmente, o que demonstra que, provavelmente, elas estão pagando mais do que o necessário em tarifas e impostos e, como consequência, perdendo em competitividade no mercado internacional.

Uma solução sistêmica para o controle das operações e o gerenciamento das atividades de comércio exterior, como o TOTVS Comex, permite, entre outros benefícios, identificar pontos falhos e contribuir para uma melhora significativa nos processos. Além disso, a ferramenta proporciona maior eficiência e redução de custos operacionais. Tudo de forma automatizada e atualizada com as mudanças constantes na legislação. O objetivo final é centralizar as informações com precisão para viabilizar tomadas de decisão assertivas e segurança na apuração de dados junto aos órgãos fiscalizadores do Governo.

“Temos o cliente como o foco central da nossa atuação. Dessa forma, acompanhamos a movimentação do setor de comércio exterior no Brasil e evoluímos as nossas soluções de acordo com os novos cenários econômicos do país. Acreditamos que a inovação tecnológica é o instrumento para elevar a produtividade das empresas e apoiar na expansão para novos mercados”, finaliza Carlos Valle, diretor do segmento de Logística da TOTVS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *