Sketch abre novas lojas em 24 horas com apoio de tecnologia da TOTVS

Com solução 100% SaaS, marca dispõe de ambiente padrão de implantação do ERP e abre novas lojas franqueadas em 1 dia, tudo já integrado à franqueadora e fábrica própria.

A Sketch, marca de moda masculina de produção própria, surgiu em Minas Gerais, em 1990. Por 23 anos, a empresa funcionou num modelo de unidades próprias. Quando optou por aderir ao modelo de franquias, em 2013, contava com 27 lojas próprias e três revendas autorizadas. Hoje, a companhia administra uma rede de 80 lojas franqueadas, mais um escritório administrativo e uma unidade de produção – tudo com sistema TOTVS especialista no mercado de moda. Para o futuro, a rede planeja adicionar 35 novas unidades até o final de dezembro.

A adoção da tecnologia especializada da TOTVS aconteceu em 2010, com o objetivo de ter uma retaguarda bem estruturada, para iniciar o processo de abertura de franquias. “O objetivo de ter os processos de produção e backoffice bem consolidados para gerenciar novas unidades foi atingido de tal forma que criamos um modelo de implantação para franquias que nos permite implementar o sistema de uma nova loja no prazo de um dia a partir da assinatura de contrato”, explica Alexandre Tavares, gerente de tecnologia da Sketch. Para chegar a esse ambiente de implantação tão eficiente, a Sketch contou com consultoria da TOTVS, que possui profissionais experientes na gestão de redes e franquias no segmento de moda, além da facilidade de se ter uma solução 100% na nuvem e de rápida configuração.

Hoje, a inteligência única do sistema é imprescindível para atender franqueador e franquias. Do ponto de vista do dono da marca, é possível acessar todas as informações sensíveis ao negócio em tempo real, como estoque dos franqueados, vendas, metas, entre outros. Do lado do lojista, fica a tranquilidade de ter um sistema pronto para atender suas necessidades de gestão e entrar em operação rapidamente, garantindo segurança em todos os processos de compra, entrada de peças, vendas e demais rotinas, que são feitos por lá.

A fábrica própria da marca para camisas e ternos, localizada na Bahia, também precisou de atenção especial para integrar as informações da planta, franqueador e rede de lojas. De lá, são atendidas unidades espalhadas em 10 estados e produzidas 750 mil peças de roupa anualmente. Antes da adoção do ERP e da expansão eram 150 mil. Para administrar esse volume, a empresa conta com diversos módulos integrados, como PCP (Planejamento e Controle da Produção), chão de fábrica, gestão de qualidade, estoque de matéria prima, estoque de produto acabado, estoque de segunda qualidade (produtos com pequenos defeitos), entre outros.

Este uso estruturado da solução levou a Sketch a um alto nível de automatização, o que permite que a demanda de vendas seja baseada em relatórios gerenciais precisos que mostram produtos mais vendidos por curvas, quais os tipos, produtos similares e produtos parados no estoque, por exemplo. É desta forma que o sistema consegue acompanhar a avançada engenharia de definição de estratégias de go-to-market e nada é colocado no mercado sem que a empresa saiba se aquela peça será rentável e torna-se mais prático montar um plano comercial baseado no mercado atual. Outro diferencial é que todo esse gerenciamento é feito por uma única pessoa, tendo em vista a facilidade em gerar ordens de produção e de compra pelo processo de Necessidade de Produto Acabado – que analisa os pedidos que entram e cruza isso com o estoque de produtos acabados e a previsão de manufatura, gerando, ao final da conta, a demanda exata que precisa ser produzida.

A partir disso, entra em cena o módulo de chão de fábrica que monitora as ordens de produção em todas as suas etapas produtivas. O processo inclui análises da capacidade produtiva das células versus a carga programada; controles de eficiência e produtividade, peça à peça, por células e por funcionário, além de consultas e relatórios gerenciais em tempo real. Também são rastreadas, com exatidão, as matérias primas de terceiros, as próprias e os estoques de ambas. Na chegada de um tecido, por exemplo, ele passa por um controle digital que está parametrizado para devolver o material automaticamente caso detecte um número determinado de defeitos. No cenário oposto, caso em que tudo esteja dentro dos padrões de qualidade exigidos, o insumo é adicionado e o estoque atualizado.
Ao final da produção, a empresa conta ainda com a funcionalidade de sugestão de faturamento que permite ao sistema informar e imprimir apenas pedidos pendentes que estão prontos para serem transportados, o que poupa tempo e mão de obra. Etiquetas de caixas e minutas de transporte são geradas no mesmo momento, facilitando a expedição. As roupas que saem da fábrica já têm seus códigos cadastrados no software de forma que, quando chegam ao seu destino, não é necessário que a franquia dê entrada em produto por produto. Isso já é feito pelo próprio sistema.

O sistema traz também outros benefícios à operação da Sketch, como a possibilidade de manter uma área de TI com apenas 2 pessoas, suficientes para manutenção e suporte, e a segurança da empresa ao garantir que cada funcionário possua um perfil com liberação específica para sua função, não permitindo a visualização de processos e telas que não fazem parte de seu escopo.

lojas“A TOTVS tem como missão tornar seus clientes mais competitivos. Ao oferecermos uma solução especializada no segmento de moda, colocamos à disposição do cliente melhores práticas operacionais e de gestão totalmente aderentes às necessidades do seu negócio. Com as nossas soluções, a Sketch passou a ter mais controle e eficiência, de forma simples e ágil, para gerir sua rede de lojas, integrando toda a cadeia, da produção ao consumidor final”, diz Ronan Maia, head de Consumer da TOTVS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *