Operador logístico enfrenta cenário desafiador

Os custos logísticos no Brasil são altos, representando cerca de 13% do PIB brasileiro – nos Estados Unidos, não chegam a 8%. Infraestrutura de transportes inadequada, burocracia excessiva, carga tributária complexa e falta de mão de obra qualificada são exemplos de problemas que impactam a produtividade no setor. A gestão adequada desse conjunto de fatores de risco é um dos desafios do operador logístico. O outro é inovar para gerar valor ao cliente e ganhar competitividade em um mercado no qual a concorrência global é cada vez mais agressiva.

“Investir em pessoas, em metodologias para a padronização de processos e em tecnologia de gestão empresarial são ações fundamentais para superar esses desafios”, diz Damião Junior, arquiteto de soluções do segmento de Logística da TOTVS. Por meio da tecnologia, destaca Damião, é possível otimizar e dar fluidez aos processos, automatizar as operações, gerando agilidade, e ainda obter informações gerenciais para a tomada de decisões.

“A TOTVS possui um portfólio completo de soluções em software que tem alto nível de aderência para o segmento logístico, dividido nos subsegmentos de operadores logísticos, transportadores, portos, recintos alfandegados e não alfandegados”, explica Damião.

Para o core business do operador logístico, a TOTVS oferece, por exemplo, soluções para a gestão de armazéns e de transportadores, para a gestão de frete embarcador, com a auditoria dos fretes contratados, sistema para a roteirização, arranjo de cargas 3D e rastreamento, ferramentas para automatizar os recebimentos de documentos fiscais e para a armazenagem em recintos alfandegários e sistemas para operação portuária e despachos marítimos, e ainda ferramenta para a gestão do comércio exterior.

Para suportar as operações na gestão administrativa, a TOTVS disponibiliza soluções de gestão de ativo fixo, gestão financeira, automação e inteligência fiscal, gestão contábil, de compras e faturamento e sistema de relacionamento com o cliente, CRM (Customer Relationship Management).

A gestão de indicadores é apoiada por uma plataforma de Business Analytics customizável e escalável em nuvem, a TOTVS Smart Analytics. E as principais ferramentas de gestão logística e informações estão disponíveis ao usuário numa única tela e na palma da mão, com a plataforma fluig.

Segundo Damião Junior, a TOTVS apoia a inovação no setor, por meio de um comitê logístico formado por uma equipe multidisciplinar que analisa tendências e demandas do mercado e estrutura planos de desenvolvimento de produtos. O operador logístico ainda tem a sua disposição um centro de excelência e inovação onde é possível vivenciar de forma lúdica todas as soluções voltadas à cadeia de supply chain. “O operador logístico pode visualizar as tendências tecnológicas e trabalhar em projetos inovadores alinhados com as necessidades do mercado”, indica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *