O custo com pneus na frota agrícola

Para as usinas de açúcar e etanol que produzem a partir da cana-de-açúcar, um dos principais desafios é garantir que equipamentos e máquinas tenham confiabilidade técnica, segurança e disponibilidade. Nesse cenário, a manutenção automotiva e de pneus na frota agrícola, tem papel fundamental e estratégico.

Conforme pesquisa realizada pela fundação Fundação Getúlio Vargas (FGV), a influência dos custos aplicada aos pneus sobre o custo total da manutenção é de 54%.

A pesquisa revelou ainda que as práticas de gestão de pneus na frota agrícola representam um investimento muito valioso. Caso esses procedimentos não sejam aplicados, podem gerar  um custo elevado na gestão da frota. Tais como:

  • Consumo excessivo pneus;
  • Maior tempo do veículo parado;
  • Diminuição da vida útil do veículo e de pneus;
  • Aumento dos custos;
  • Diminuição da receita;

A aplicação TOTVS para manutenção de frotas (PIMS CS), específica do subsegmento sucroenergético, obteve um ganho considerável de aproximadamente 95% na melhora do processamento para geração de histórico de pneus. 

Neste histórico é possível identificar por exemplo:

  • Acumulo de vida dos pneus (km/h e número de ressolagens),
  • Alertas baseados em apontamentos (mobile ou desktop) para tomadas de decisões, e
  • Relatório de informações complacentes ao agronegócio junto às regras estratégicas.

Os principais ganhos são a agilidade ao processar os dados, gestão do controle e acompanhamento da vida útil e movimentações dos pneus (km/hora, ou em mm de suco).

Faça já upgrade da última versão do MANFRO para sucroenergético.

Entre em contato conosco. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *