Gerenciamento de matriz e filial no Varejo

Um dos principais desafios dos varejistas atualmente é conseguir conciliar de forma eficaz e concisa a comunicação e troca de informações entre filial e matriz. A diversidade da rotina das filiais e seus processos distintos acabam gerando retrabalhos, sobreposição de comandos, perda de produtividade, disputas internas, gastos desnecessários, lentidão nas tomadas de decisão e o nascimento de “empresas autônomas e incontroláveis” dentro da mesma organização.

Para ajudar o varejista a organizar esse complexo processo, o mercado possui, atualmente, milhares de recursos de TI, prontos para serem usados pelo varejo. São sistemas automatizados que garantirão segurança e fidelidade na troca e consolidação das informações, aumento da produtividade, redução de custos, além de um maior controle sobre as unidades produtivas e melhor integração entre filiais e matrizes.

Tudo muito bem pensado e planejado para evitar gastos desnecessários e sobreposição de comandos. Mesmo com todos esses recursos, existem atualmente muitas redes varejistas que não conseguem ter um controle global sobre suas lojas, resultando em grandes problemas no gerenciamento de estoque e comunicação interna.

Os sistemas ERP são ferramentas imprescindíveis para o varejo, os quais podem integrar todos os processos de organização da companhia em um único sistema. É um passo importante na direção da automação gerencial, a fim de que todos os colaboradores e gerentes tenham acesso às informações mais importantes dos processos do negócio.

Estes sistemas devem permitir que os responsáveis pelas filiais tenham acesso aos dados de forma centralizada de todas as suas filiais, integrando vendas, produtos, estoque fazendo com que seja possível ter uma visão macro do negócio e podendo assim otimizar o tempo e melhorar a performance na tomada das decisões do negócio, como por exemplo, podendo saber o que comprar e para qual filial comprar sem precisar sair visitando todas as suas filiais.

A integração entre matriz e filiais auxilia para que a administração ocorra de forma centralizada sob os interesses da empresa e permite, entre outras coisas, que sua base de clientes seja sempre suprida, mesmo em caso de ausência de comunicação com dada filial.

Muitos sistemas podem contar com a utilização dos recursos em nuvem. Estes recursos permitem que as informações sejam processadas e consolidadas em apenas um lugar e que depois sejam redistribuídas em suas matriz e filais. Esse processo provê mais segurança, aumento de flexibilidade no armazenamento dos dados e o mais importante a unificação dos dados entre matriz e filial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *