Conheça a solução de gestão para o recinto não alfandegado que proporciona agilidade na exportação

Os recintos que recebem concessão para operar com regime especial de exportação (REDEX) em área não alfandegada precisam investir em tecnologia da informação para garantir a gestão e segurança dos controles operacionais e em um bom sistema de vigilância por câmeras, pois isso é uma das exigência da Receita Federal do Brasil (RFB), que regulamenta e fiscaliza o uso do sistema informatizado por meio de Atos Declaratórios e Instruções Normativas.

O uso do REDEX facilita a logística de exportação, reduzindo os custos operacionais e administrativos, resultando em mais agilidade e segurança no cumprimento dos contratos internacionais de exportação.

Há algumas vantagens na utilização do REDEX e destacamos abaixo algumas das principais:

  • Redução no custo de transporte, pois os veículos transportadores não necessitam aguardar o trâmite burocrático
  • Mais agilidade na operação em terminal alfandegado no momento do embarque, pois a mesma já segue desembaraçada fisicamente e documentalmente para a zona primária
  • As autoridades aduaneiras estão próximas do exportador, agilizando a solução de possíveis problemas e minimizando o prazo de espera

Dentre os grandes players de mercado, a TOTVS é a softwarehouse que mais investe em planejamento e desenvolvimento de soluções sistêmicas para o segmento de logística e possui na solução SARA – SISTEMA DE ARMAZENAGE PARA RECINTOS ALFANDEGADOS todas as funcionalidades para atender aos atos declaratórios e instruções normativas da RFB que dizem respeito à operação de REDEX.

Entenda no macro fluxo abaixo os principais processos e as funcionalidades que são oferecidos no portfólio de solução para o REDEX (clique na imagem):

imagem-1-redex

Controlar o processo de entrada e saída de pessoas, veículos e cargas do recinto.

  • Registro de entrada e saída de pessoas;
  • Controle de crachás (permanente ou temporário);
  • Bloqueio de pessoas;
  • Agendamento de veículos
  • Registro dos contêineres
  • Pesagem de veículo em balança (integração com balanças)

imagem-2-redex

Efetuar o controle documental para o processo de desembaraço (liberação) da cargas importadas ou destinadas à exportação.

  • Registro da declaração de trânsito aduaneiro (DTA / DTC / MIC-DTA), se for o caso
  • Registro de Nota Fiscal – (exportação, armazém geral )
  • Registro do conhecimento de transporte internacional (BL, AWB ou CRT)
  • Registro do Conhecimento de Transporte Nacional, caso houver
  • Geração de lotes de carga
  • Geração da ordem de serviço de descarga
  • Pré-cadastro documental

imagem-3-redex

Controlar por meio de ordens de serviço (OS) qualquer operação que possa ser realizada com a carga, registrando os serviços realizados e recursos utilizados.

  • Plano de estufagem
  • Serviços diversos (paletização, etiquetagem, fornecimento de energia, etc..)
  • Estufagem de contêiner

imagem-4-redex

Controlar o processo de faturamento e cobrança dos serviços prestados pelo operador logístico a seus clientes.

Se inscreva no nosso canal TUTORIAIS E DEMONSTRAÇÕES e conheça outras soluções para o seu negócio!

Acesse nosso blog, veja nossos calendários segmentados de apresentações e se inscreva para degustar demonstrações ao vivo das nossas soluções para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *