Conheça 3 maneiras de incluir o valor do imposto em seu orçamento

 

Considerar o valor de imposto em seu orçamento é um requisito necessário para que se obtenha maior assertividade no custo orçado de seu projeto. Por esse motivo será explicado, nessa matéria, três métodos que permitem incluir o valor de imposto no projeto de maneira prática e eficaz.

Como premissa para calcular o valor do imposto é necessário que já se tenha o valor da receita em seu projeto, portanto, essa matéria é um complemento da matéria sobre utilização de receita no orçamento do projeto, já que o imposto será calculado por meio de um percentual sobre a receita.

Incluindo Imposto por Associação de Tarefa Percentual

Uma das formas mais rápidas para colocar o valor do imposto em sua planilha de Atividades e/ou Serviços é através da rotina de “Associação de Tarefa Percentual”.

Para isso será necessário incluir uma tarefa de Valor Cotado, com o valor 0 e a quantidade referente ao percentual do Imposto. Nesse exemplo vou incluir uma tarefa de ISS que corresponde à 3% (0,03) da receita:

imagem1

Após registrar a tarefa, selecione a atividade e marque o processo “Associação de Tarefa Percentual”. Caso opte por realizar essa rotina na Planilha de Atividades é importante que o valor da receita esteja disponível na Planilha de Atividade através de um Insumo de Receita.

imagem-2

Selecione a tarefa de Receita e marque 100%, assim como na imagem abaixo:

imagem-3

Com isso já é possível calcular o projeto para que o valor da tarefa seja atualizado, note, na imagem abaixo, que o valor calculado foi da quantidade multiplicada pelo valor da receita.

imagem-4

Dica: Em caso de ISS para projetos que ocupam mais de um município é possível ratear em percentual os trechos do projeto, por exemplo, se Metade do Projeto é em São Paulo, é possível criar a tarefa “ISS Trecho São Paulo” com a quantidade referente ao ISS de São Paulo e associar apenas 50% da receita para que seja calculado ISS apenas para o trecho do projeto respectivo ao município e para os outros trechos é possível fazer o mesmo processo associando a receita com o percentual do projeto que é realizado em cada município.

 

Incluindo Imposto por Fórmula de Cálculo na Planilha de Tarefas

Outra forma de incluir o valor de imposto no projeto é através de uma “Fórmula de Cálculo” em uma tarefa de valor cotado.

Nesse exemplo também será necessário incluir uma tarefa de valor cotado com o valor 0 e o percentual do imposto será colocado na quantidade da tarefa, assim como na imagem abaixo:

No Anexo Fórmula de Cálculo é possível criar uma fórmula para que seu resultado seja inserido no campo “Valor Cotado” dessa tarefa, portanto nesse exemplo a fórmula elaborada irá pegar o Valor Parcial da Tarefa de Receita, assim como na imagem abaixo:

A vantagem de usar o anexo de fórmulas de cálculo é que é possível realizar cálculos mais complexos em casos de estimações que necessitem de um maior número de detalhe.

Incluindo Imposto por Insumo Derivado

Nos dois exemplos o valor de imposto foi calculado vinculando à uma tarefa que possui o valor de receita, mas caso o valor de Receita esteja apenas na Planilha de Serviços e não seja possível associa-lo na Planilha de Atividades através dos modelos demonstrados, é possível utilizar um Insumo Derivado para buscar o valor da planilha de serviços e depois incluir o insumo registrado na Planilha de Atividades.

Nesse Exemplo foi criado um insumo de Imposto PIS / Cofins e em seu valor foi colocado o percentual referente aos impostos (3,65% ou 0,0365).

imagem-7

Após registrar o pagina de identificação do insumo, ajuste a aba “Insumo Derivado” como derivação para Tarefa x Cronograma e inclua a fórmula que calcule o valor da receita para seu projeto, assim como na imagem abaixo:

imagem-8

Com o insumo criado inclua em uma tarefa na Planilha de Atividades e calcule o projeto para que seja possível visualizar seu valor.

Na imagem abaixo é possível visualizar os 3 exemplos destacados nessa matéria sendo utilizados no projeto:

imagem-9

Vale ressaltar que os métodos informados nessa matéria podem ser utilizados para incluir outros itens no orçamento além de impostos, como por exemplo, taxas administrativas, estimativa de fretes, EPIs, entre outros itens dos quais seja possível elaborar uma estimativa em seu projeto através de cálculos percentuais ou derivações.

Veja também outras matérias do segmento de Construção e Projetos e para saber mais entre em contato com a TOTVS, agende uma visita pelo 0800 70 98 100 ou acesse os links relacionados.

 

Links Relacionados:

Aprimorando o orçamento do projeto. Saiba como utilizar insumo derivado para calcular custos adicionais de mão de obra

Facilite o planejamento e controle dos projetos

Estimando o consumo de combustível em vários equipamentos

Vídeos Relacionados:

HOW TO – TOP – Calculo de custos adicionais de Mão de Obra

HOW TO – TOP – Como estimar o consumo de combustível em uma composição com vários equipamentos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *