Case de Sucesso: REAG Investimentos

REAG Investimentos implementou a solução em nuvem da companhia.

A REAG Investimentos, que figura como a principal empresa estruturadora independente de Fundos Imobiliários, ocupando a 1º posição no ranking de estruturadores/gestores de fundos (divulgado pela UqBar, através do site da TLON), utiliza a TOTVS para automatizar seus processos e gerar informações para seus clientes em tempo real.

Com o uso do Amplis, a empresa aumentou em 60% o número de carteiras e hoje possui sob sua gestão 40 fundos de investimento e um total de 1,8 bilhão em patrimônios. Além disso, está implementando o fluig para suportar um crescimento sustentável e o desenvolvimento de novos serviços e assim aumentar ainda mais sua capacidade de administrar fundos.
Com seus processos automatizados, a REAG se mantém sempre de acordo com as regras da ANBIMA e com as resoluções da CVM.

Embora receba todas as informações dos administradores dos fundos, a REAG decidiu adotar ferramentas para controlar as operações internamente e, assim, oferecer mais confiabilidade aos seus clientes, além de relatórios customizados. Hoje, o Amplis é o principal sistema da operação e, por meio dele, a empresa passou a controlar a precificação e a movimentação das carteiras, fundos e investimentos antes realizados apenas por terceiros.

Além disso, a REAG Investimentos adotou o ERP da TOTVS, visando um maior controle financeiro, contábil, dos custos e das compras. A ferramenta garantiu consistência dos dados e permitiu o cálculo de informações que, anteriormente, não eram possíveis, como os resultados por área de negócios ou por cliente.

“Implementamos o Amplis mesmo sem uma necessidade legal, pois queremos oferecer maior confiabilidade e qualidade de informações aos nossos clientes, bem como análises personalizadas. Para aprimorar ainda mais os resultados já obtidos, em breve também iremos implementar as funcionalidades de Gestão de Documentos e Workflow do fluig, da TOTVS”, afirma João Carlos Mansur, CEO da REAG Investimentos.

Assista ao vídeo case da REAG Investimentos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *