6 mitos sobre a nuvem, por Roman Stanek, CEO da GoodData

Sempre acreditei que o termo “nuvem” tenha sido mal cunhado. Ele representa um ecossistema que é incontrolável, nebuloso e inseguro como em “Quem deixou a porta aberta da joalheria? ”. Na verdade a nuvem é altamente segura, gerenciável e acessível. Além disso, oferece flexibilidade e eficiência.

Roman Stanek

Confira os 6 mitos mais comuns sobre a nuvem

1- A nuvem é caótica

A verdade é que se você tiver o time correto de pessoas gerenciando a sua nuvem, o resultado pode ser muito mais confiável e controlável do que nos modelos tradicionais. A nuvem permite que as empresas utilizem processos como integração de dados e gestão de soluções como a GoodData, que gerencia e automatiza a solução do problema do início ao fim. Isso permite às empresas focarem em seu core business e gerar valor, em vez de gerenciar infraestrutura, base de dados e processos de integração.

2 – Seus dados não estarão seguros

Não há nada inerente à nuvem que a torne insegura. Ponto. Na verdade, a maioria das empresas já armazena seus ativos mais preciosos na nuvem. Assim como as soluções on premise, o que importa é a forma como você gerencia sua rede e os ativos que ela contém para determinar a eficiência da sua segurança. Mesmo que você terceirize os serviços de cloud computing ou utilize uma nuvem própria, é necessário ter como prioridades a segurança e a governança, porque todos os servidores podem ser alvo de ataques diários. Isso significa ter políticas claras, testes regulares, monitoramento 24 horas e, para todas as ameaças de internet, backup dos dados e processos de recuperação dos dados e uma cultura que premie práticas de segurança.

3- Mudar para a nuvem demora muito

A premissa é que essa mudança demora muito tempo, tanto em implementação como adoção, e que não há tempo para investir em um novo sistema, particularmente um que seja tão diferente e aparentemente complexo como a nuvem.

Serviços baseados em nuvem são projetados para eliminar a complexidade. Eles são automatizados, flexíveis e desenhados para atender as necessidades específicas do negócio. Como costumamos ouvir de nossos clientes, “não é preciso ser um administrador de banco de dados para ter insights sobre seus dados”. Serviços de cloud computing diminuem a demanda por trabalho em TI e dão o acesso a uma plataforma que permite gerenciar complexas insfraestruturas de back-end. Além disso, enquanto implementar ou construir suas próprias soluções on premise pode demorar anos, soluções como a GoodData podem estar rodando em menos de 90 dias. Sim, é tão simples quanto.

4- É muito simplista

Ironicamente, enquanto muitas pessoas pensam que a nuvem é muito simples, outros pensam que é muito simplista para gerenciar processos avançados. Se você pensa dessa forma, provavelmente está preocupado sobre o controle que você teria que abrir mão ao mudar para a nuvem. Ou que as aplicações desenvolvidas para a nuvem teriam que ser mais simples.

Serviços baseados em nuvem foram desenvolvidos de forma escalável e flexível desde o começo, tornando-as um ambiente muito mais robusto quando se deseja integrar uma grande quantidade de dados estruturados e não-estruturados. É verdade, você não mais terá acesso a tudo, especialmente nos níveis de hardware e sistemas operacionais. Mas pense em todo o tempo e paz de espírito que você ganharia delegando essa responsabilidade a um time de especialistas que gerenciam esses processos por centenas ou às vezes mil empresas por dia. On-premise é muito complicado para empresas que desejam escalar ou focar em gerar valor para os seus negócios.

5 – O custo de mudar para a nuvem é muito alto

Quando você já investiu em uma tecnologia on-premise por um longo período de tempo, você pode pensar que mudar para a nuvem seria tão caro quanto e tão doloroso quanto. Na verdade, o valor que você economizaria em migrar para a nuvem iria drasticamente compensar o seu investimento. Cloud computing suporta grandiosas economias de escola e melhorias de eficiência que permitem alcançar preços muito menores, especialmente se combinadas a um modelo acessível de subscrição. No caso de data analytics, nós estimamos pelo menos 50% de economia de custos da nuvem em comparação com as tradicionais soluções on-premise.

6- Existe apenas uma nuvem

De novo, “a nuvem” é um termo mal cunhado. Não existe apenas uma nuvem – existem várias e você pode escolher o ecossistema que melhor se encaixa em suas necessidades. Privada, pública ou híbrida significa que você pode decidir o nível de segurança e gestão que você precisa. Se a sua operação em nuvem suporta grandes quantidades de dados confidenciais (como dados de consumidores), você deve preferir uma nuvem privada em vez de uma nuvem pública. Cada ecossistema é único e permite vários níveis de performance, segurança e opções de customização.

*Por Roman Stanek, fundador e CEO da GoodData. Artigo publicado originalmente no blog GoodData. Clique aqui para ler a versão original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *